Decadent Beauty

Esse ensaio fotográfico foi realizado pensando no conceito de beleza decadente, onde um patrimônio se perde mas a beleza o drama e o permanecem em meio a destruição.

Realizado em Porto Alegre na antiga Fabrica Neugebauer o ambiente se encontra em ruinas, principalmente no ultimo andar, onde o telhado já não se encontra mais por inteiro. Era um ambiente gigante situado na zona industrial de Porto Alegre, na avenida Cairú nos anos 50. O local era tão amplo que inclusive alguns funcionários possuíam alojamento no terreno da indústria. Hoje o local se tornou abandonado e é monitorado apenas por um zelador e dois cães.

A fabrica nos anos 50

O polo industrial situado na volta da fabrica a partir dos anos 70 foi sendo substituído por regiões ao redor de Porto Alegre com a maior facilidade de transporte que foi surgindo e o bairro começou a se desvalorizar. Hoje o local é um achado, explorado por fotógrafos e artistas profissionais ou amadores. Inclusive em alguns andares do prédio é possível ver o que restou de moveis antigos, como poltronas, cofres e inclusive a sala das caldeiras de 1913. Algumas salas da fabrica estão completamente impossibilitadas de se transitar devido a escuridão profunda em que se encontram (o prédio não é mais abastecido por luz elétrica ), contando unicamente pelas luzes que entram nos vidros das janelas. O que confere muitas vezes um clima sombrio e úmido pelos corredores principais.

Tendo em vista já o ambiente a escolha dos figurinos, acessórios, maquiagem, cabelo, e conceito final era imprescindíveis. Queríamos algo que se destacasse do destruído, com cores fortes, dramaticidade, mas que ao mesmos tempo trouxesse a ideia de beleza, luxo e glamour. A ousadia e sensualidade viriam dessa forma ao natural com o uso de acessórios icônicos clássicos, salto, pele e tecidos nobres. Talvez ate alguns trajes que ficassem mais no imaginário Artísitico quase caricato do drama e requinte como chapéus grandes, brincos, anéis, pulseiras de perola, renda…

Nessa busca por tais elementos foram se mostrando looks clássicos, as vezes irreverentes e alguns ate mais conceituais, festivos… alguns trajes usados foram aperfeiçoamento de roupas antigas com histórico dos anos 90 anos . Outras foram peças confeccionadas do desenho até a costura por mim mesma, e demais peças foram composição de lojas de Fast Fashion das coleções de 2020. Em fim tinham elementos e performances para todos os gostos.

Musa da Moda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.